A história da Caravela Paulistana

A década de 70, com todas as suas novidades e boas histórias para se contar, tem um curioso episódio na cidade de São Paulo. Uma construção bastante exótica fez parte do dia a dia dos paulistas e paulistanos entre 1970 e 1995. Em plena Avenida 23 de maio, uma das mais movimentadas da cidade, ficou, por 25 anos, uma caravela. 

Presente próxima ao viaduto Tutóia ela tinha o estilo das embarcações do século XVII e foi palco de diferentes empreendimentos. No começo de sua história, em 1970, ela tinha um objetivo claro: ser um restaurante temático chamado de “A Caravela”.

Como era de se esperar, a construção de 4.500 metros chamou a atenção dos paulistanos e, por muito tempo, foi um restaurante de sucesso atraindo clientes de toda a cidade. Embora seus frequentadores gostassem muito do local, a opinião externa acreditava que a caravela era, na verdade, uma “aberração” para a aparência da cidade.

Caravela 5

No ano de 1984, o projeto de restaurante foi abandonado e a caravela passou a ser uma danceteria, afinal, os anos 80 e 90 ficaram famosos pela febre desses estabelecimentos. Seu nome também foi modificado e passou a ser conhecida como Latitude 3001. Inaugurada em setembro de 84, ela tinha um palco grande para shows de rock, além de locais mais ambientados, como sala de jogos, pista de dança para som eletrônico, pizzaria e, até mesmo, um restaurante para 200 pessoas.

Não eram incomuns, também, intervenções com atores caracterizados que simulavam duelos e ataques de piratas em todos os ambientes da casa. No final da década de 80 aconteceu uma última tentativa para usar o espaço da caravela como entretenimento. Ela foi reaberta com o nome de Lamba Reggae, nome que tentava aproveitar a onda da lambada que dominava o Brasil naquela época.

Registro da famosa Caravela que ficava na 23 de maio. Registro da Maria Lourdes Pereira

A iniciativa não deu certo e a caravela não conseguiu mais sobreviver como casa noturna e passou por vários segmentos depois: casa de material de construção  e um horrível lava-rápido. O edifício foi demolido em 1995 e colocou fim a uma das mais estranhas histórias de um empreendimento de São Paulo.

13 comentários em “A história da Caravela Paulistana

  • 4 de junho de 2016 em 11:20
    Permalink

    Poxa site bem legal mas podia ter mais fotos….

    Resposta
    • 6 de junho de 2016 em 09:32
      Permalink

      A página do Facebook, Instagram e Twitter possuem muitas outras fotos, mas farei o possível para inserir cada vez mais! Obrigado pelo comentário e pela sugestão.

      Resposta
  • 4 de julho de 2016 em 19:15
    Permalink

    Conheci essa caravela primeiro na época do restraurante.com uns 10 anos e ia sempre com minha família… depois na época do lat.3001… era um espaço bem interessante.

    Resposta
  • 19 de novembro de 2017 em 11:43
    Permalink

    Eu também achava bem diferente. No início, quando surgiu… Eu era pequena, é aquilo me causava medo, depois cresci e fui algumas vezes no Latitude. Gostava muito dessa ideia surrealista no meio de São Paulo.

    Resposta
  • 4 de Maio de 2018 em 20:55
    Permalink

    quem construio esse lindo predio no formato de caravela alguem sabe pois merece parabens gostaria de baber quem construiu

    Resposta
    • 29 de agosto de 2018 em 20:11
      Permalink

      Olá Dirce eu conheço sim , ele è meu tio
      Antonino embora o projeto tenha sido feito por um professor chamado Eusébio ex morador do Guarujá já falecido , o Antônio que liderou e fez diversas mudanças trabalhando como o chefe de obra . O dono se chama romeu fontes .

      Se quiser algum contato Juliana.marinheiro@hotmail.com

      Resposta
      • 11 de dezembro de 2019 em 21:49
        Permalink

        Boa noite Luiz ! qual era o nome dele completo? pode passar?

        Resposta
  • 22 de Maio de 2018 em 16:29
    Permalink

    Gostei muito saber da caravela uma história bonita pena que o sucesso acabou logo .

    Resposta
  • 25 de agosto de 2018 em 19:52
    Permalink

    Muita saudade desse restaurante…lembro-me sentada lá quando criança e curtir muito!!

    Resposta
  • 14 de outubro de 2018 em 13:32
    Permalink

    Conheci qdo era latitude 3001… maravilhoso…
    tempo que me deixou saudades…
    meus 19 anos…

    Resposta
  • 22 de março de 2019 em 07:29
    Permalink

    Foi uma época muito boa, lembranças, foi um pecado ter demolido a caravela

    Resposta
  • 4 de julho de 2019 em 08:06
    Permalink

    Convivi com Caravela muitos anos da minha vida, pois morávamos n 23 de Maio vizinhos da casa do Dr. Abelardo q era Presidente do ……..(falhou). Filha Maria Ester q era uma bonequinha!

    Resposta
  • 18 de outubro de 2019 em 09:18
    Permalink

    Latitude 3001… bons tempos.. cada foguetaço que tomamos ali que a caravela até balançava….kkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *