Especial – Metrô 40 Anos

A São Paulo In Foco está há meses pensando em como comemorar os 40 anos do Metropolitano de São Paulo. E, com base no pensamento histórico da cidade, resolvemos fazer um pequeno especial para homenagear a data do mais importante meio de transporte da nossa cidade.
Passamos pelo “Embrião do Metrô”  e fomos até a construção da Linha-3. Aproveitamos a oportunidade e conhecemos alguns dos grandes defensores do Metrô, como Prestes Maia e Armando de Arruda Pereira.

Tivemos também a oportunidade de “conhecer” um pouco mais do patrono desse meio de transporte, o grande Faria Lima. Contamos também, em duas oportunidades, a história das linhas azul e verde, fechando o “ciclo” das obras mais antigas do Metropolitano.

Mas nem tudo foram “rosas”. Conhecemos também a história da implosão do Mendes Caldeira, tido como um dos maiores negócios do Brasil e conhecemos a cicatriz mais dolorida da nossa cidade, a demolição do Palacete Santa Helena. O destaque é que AMBOS foram demolidos para a construção da estação da Sé, como a conhecemos hoje.

Tivemos a oportunidade de já andar no Monotrilho e expor nossa opinião e um pouco da história sobre o novo trajeto oferecido pelo Metropolitano. Também conseguimos algumas fotos históricas do acontecimento, que você encontra aqui. Sabemos que falta muito ainda para um especial completo, mas vamos produzindo até o final do ano um registro histórico e mais completo para todos vocês.

Divirtam-se com essa viagem no tempo e conheçam um pouco mais desse transporte que se tornou imprescindível para a vida de todo o paulistano.

Parabéns, Metrô! Que venham mais 40 anos e mais milhares de quilômetros.

Um comentário em “Especial – Metrô 40 Anos

  • 30 de julho de 2016 em 05:50
    Permalink

    SENHORES, COMECEI A TRABALHAR AOS 11 ANOS NESTA METRÓPOLE, TENDO A OPORTUNIDADE DE CONHECER ALGUNS FATOS CURIOSOS EM RELAÇÃO AO SEU CRESCIMENTO COMO POR EXEMPLO: AVENIDA 23 DE MAIO,QUANDO AINDA ERA FORMADA POR ALGUNS BARRACOS E PLANTAÇÕES DE BANANEIRAS AO LONGO DAS ENCOSTAS,AVENIDA IBIRAPUERA COM MUITOS TRECHOS SEM ASFALTO O SUPORTE FORMADO POR PEDRA PELO QUAL TRANSITAVA O BONDE ATÉ SANTO AMARO, AVENIDA MORUMBI, A PARTIR DA AVENIDA SANTO AMARO EM DIREÇÃO AO RIO TIETE, SEM ASFALTO, TRECHO DA MARGINAL ENTRE PINHEIROS PONTE JÃO DIAS, FORMADA POR PLANTAÇÕES DE MAMONAS E MUITA AREIA,COLETA DE LIXO NA REGIÃO CENTRAL ERA FEITA POR TRAÇÃO ANIMAL(CARROÇÕES),O CARROCEIRO É QUEM RECOLHIA O LIXO. A SEDE DAS CARROÇAS,FICAVA ÀS MARGENS DO TAMANDUATEÍ NA PONTE PEQUENA. TREM QUE FAZIA O PERCURSO ATÉ O JAÇANÃ, SAIA DA RUA CANTAREIRA LEVANDO PASSAGEIROS. MUITA SAUDADE.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *