Masp Apresenta Nova Exposição Sobre Arte Brasileira

O ano de 2015, para o Masp, servirá para que aconteçam diversas reflexões e exposições sobre seu grande acervo. Além disso, a direção do museu, resolveu dedicar o ano às exposição e manifestações artísticas brasileira, italiana, francesa, moda e fotografia.

A primeira parte desse calendário compreende a exposição Arte do Brasil até 1900, que traz 50 obras da coleção de pintura brasileira do museu, além de apresentar documentos do arquivo histórico e fotos extremamente antigas. Para quem se interessar, a exposição fica em cartaz até o dia 6 de junho de 2015, no subsolo do museu.

A ideia dessa mostra é oferecer aos interessados uma perspectiva de quais foram as principais tendências artísticas do país durante vários períodos compreendidos entre o Brasil Colonial, a partir do século XVII, ao Brasil República, na virada do século XX. O diferencial fica por conta de obras de artistas estrangeiros que retratem o país.

Pintura de Frans Post, da Cachoeira de Paulo Afonso, em 1649.
Pintura de Frans Post, da Cachoeira de Paulo Afonso, em 1649.

O principal gênero da exposição é o de pintura de paisagem, representado por grandes artistas como: Frans Post, no século 17; Henry Chamberlain, E. F. Schute, Joseph Brüggermann, Nicolas Vinet e Félix-Émile Taunay e Benedito Calixto, no século 19; e Antonio Parreiras, João Baptista da Costa e Arthur Timótheo da Costa, no início do século 20. O evento inclui também naturezas mortas e retratos, realizados por figuras centrais da história da arte do período, como Victor Meirelles, Almeida Júnior, Belmiro de Almeida, Pedro Alexandrino, Henrique Bernardelli, Pedro Américo e Eliseu Visconti.

Benedicto Calixto, Rampa do Porto do Bispo, em Santos, no ano de 1900.
Benedicto Calixto, Rampa do Porto do Bispo, em Santos, no ano de 1900.

Ao reunir obras e documentos em uma mesma exposição, o Masp traz um pouco mais de sua história para o público em geral, dando uma pequena ideia do gigante acervo que a população tem à sua disposição no Museu de Arte de São Paulo. A curadoria da exposição ficou por conta de Adriano Pedrosa, diretor artístico, e Tomás Toledo, assistente curatorial.

Serviço

Local: Masp – Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP

Quando: Até 6 de junho

Horário: terça a domingo: 10h às 18h (bilheteria aberta até às 17h30); quinta-feira: 10h às 20h (bilheteria até 19h30)

Preço: R$ 25 (entrada) e R$12 (meia-entrada). O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo, e às quintas-feiras, a partir das 17h.

Classificação: Livre

Informações: (11) 3251-5644

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *