Imperdível: 11 Fotos Que Contam A Memória Dos Edifícios de São Paulo #2

Grande parte da identidade de São Paulo é reconhecida através de seus edifícios. Infelizmente, com os processos de urbanização, modernização e crescimento desenfreado da metrópole, perdemos alguns belos exemplares da nossa história, como o Palacete Santa Helena, os Prédios Gêmeos do Conde Prates, o Mendes Caldeira, o Ouro Para o Bem de São Paulo, o Guinle e muitos outros.

Pensando em resgatar um pouco dessas lembranças, a SP In Foco traz um compilado com 11 fotos sensacionais dos nossos antigos edifícios. Sem enrolação, sem grandes textos e grande destaque para as imagens. Divirtam-se!

Quer conferir o primeiro compilado com mais 15 imagens históricas de SP? Vem aqui!

Palácio Zarzur & Kogan em 1965
Palácio Zarzur & Kogan em 1965

 

Praça da Sé, na década de 1920. Ao fundo a Rua Benjamin Constant. À esquerda da rua o Edifício Gazeau e à direita o Palacete São Paulo.
Praça da Sé, na década de 1920. Ao fundo a Rua Benjamin Constant. À esquerda da rua o Edifício Gazeau e à direita o Palacete São Paulo.

 

Implosão do edifício Mendes Caldeira para a construção do Metrô
Implosão do edifício Mendes Caldeira para a construção do Metrô

 

Construção do edifício Comendador Matarazzo em 1937
Construção do edifício Comendador Matarazzo em 1937

 

Foto Colorida do Anhangabaú em 1954. Destaque para o edifício Prates
Foto Colorida do Anhangabaú em 1954. Destaque para o edifício Prates

 

 

Largo São Bento em 1925 com destaque para os primeiros andares do edifício Martinelli
Largo São Bento em 1925 com destaque para os primeiros andares do edifício Martinelli

 

Registro do Edifício Andraus
Registro do Edifício Andraus

 

Postal da década de 50, com o edifício Montreal em destaque
Postal da década de 50, com o edifício Montreal em destaque

 

Residência Tomaselli
Residência Tomaselli

 

Residência Ernesto Dias de Castro, atual Casa das Rosas
Residência Ernesto Dias de Castro, atual Casa das Rosas

 

 

13 comentários em “Imperdível: 11 Fotos Que Contam A Memória Dos Edifícios de São Paulo #2

  • 28 de julho de 2016 em 16:24
    Permalink

    SENHORES, NÃO DEIXE DE RESGATAR A MEMÓRIA DESTA METRÓPOLE.PAÍS QUE NÃO TEM MEMÓRIA NÃO CONSEGUE CONTAR SUA HISTÓRIA.
    PARABÉNS-GRATOS.

    Resposta
  • 11 de agosto de 2016 em 10:23
    Permalink

    TEM FALHAS NESSAS FOTOS E PUBLICAÇÕES. FALTA O LOCAL ONDE ESSES PRÉDIOS ERAM, POIS JAMAIS SABEMOS ONDE ERAM ELES.
    EU SÓ ME LEMBRO DO JOELMA E NENHUM OUTRO. É TÃO BOM TERMOS OS ENDEREÇOS, LOCAIS, ETC.

    Resposta
    • 11 de agosto de 2016 em 13:59
      Permalink

      A senhora vai me desculpar, mas todos, praticamente podem ser identificados. Os últimos palacetes, reconheço, não estão bem localizados, mas estavam na Paulista.

      O palácio Zarzur & Kogan é o Mirante do Vale, no centro de São Paulo e existe até hoje.

      O Mendes Caldeira foi implodido e ficava perto da Catedral da Sé.

      O Comendador Matarazzo é a sede da prefeitura.

      O Edifício Prates não existe mais e ficava onde hoje está a prefeitura. Como eram dois prédios, ficava um de cada lado do viaduto.

      O Andraus é totalmente autoexplicativo.

      O Montreal tem endereço na própria foto.

      Acho que é isso!

      Resposta
      • 11 de julho de 2019 em 02:31
        Permalink

        O sr está enganado sobre os palecetes Prates. Ficavam no anhangabaú, ambos ao norte do viaduto do chá. Do lado oposto da praça Ramos de Azevedo.

        Resposta
      • 13 de julho de 2019 em 15:52
        Permalink

        Perfeita a explanação, porém valorizou mais ainda o questionamento.

        Resposta
  • 7 de agosto de 2018 em 12:01
    Permalink

    parabens, e deficil achar fotos tão lindas, parabens e obrigado pela memoria

    Resposta
  • 8 de junho de 2019 em 13:04
    Permalink

    Obrigadissima.
    Infelizmente, só me apetece chorar.

    Resposta
  • 12 de junho de 2019 em 21:48
    Permalink

    São Paulo é o maior tesouro do Brasil! Foi…É…Sempre será o melhor dêste país.

    Resposta
  • 12 de junho de 2019 em 21:50
    Permalink

    São Paulo é o maior tesouro do Brasil! Foi…É…Sempre será o melhor dêste país. Apesar de não ter o reconhecimento que bem merece…porém, nem precisa!

    Resposta
    • 13 de julho de 2019 em 19:12
      Permalink

      Meio preconceituoso, espero que seja um Brasileiro nato rs

      Resposta
  • 13 de julho de 2019 em 23:26
    Permalink

    Projeto da Casa das Rosas foi de meu bisavô Felisberto Ranzini.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *