A Triste Destruição de Um Monumento – O Teatro São José

Um dos grandes monumentos que a cidade perdeu durante sua gloriosa história foi o tradicional e inesquecível Teatro São José.

Essa grande construção foi a mais importante casa de espetáculo paulistana do século XIX e foi inaugurado em 4 de setembro de 1864, no Largo São Gonçalo, atual Praça Doutor João Mendes.

Teatro São José em 1862

A sua peça nesse dia foi a Túnica de Nessus, do estudante de direito Sizenando Nabuco e seu irmão, Joaquim Nabuco. Vale registrar que o teatro não estava pronto no dia 4 e suas obras só foram concluídas dez anos depois.

Suas instalações comportavam cerca de 1200 espectadores e recebeu famosíssimas companhias internacionais, principalmente as italianas, em 1895. Um exemplo disso foi que a consagrada Compagnia Di Ermete Novelli apresentou dez peças ali. O São José fora criado para ser um teatro na América do Sul inspirado nas grandes construções europeias.

Além da grande peça já citada, outras famosas companhias acabaram passando por lá: o São José recebeu a famosa atriz de origem portuguesa, Eugênia Câmara e o seu grande amor, o poeta Castro Alves. Por lá também passaram: Sarah Bernhardt, as pregações abolicionistas de Antonio Bento e Arthuro Toscani.

Contudo, às vésperas do Carnaval de 1898, no dia 15 de fevereiro, um grande incêndio acabou destruindo o tradicional teatro. A partir do incêndio, o Largo do Comércio passou a ser chamado de Largo do Teatro, mais tarde de Praça João Mendes.

Teatro São José em 1900.
Teatro São José em 1900.

Apesar do choque, as autoridades ordenaram que um novo palco, com o mesmo nome, fosse construído próximo ao Viaduto do Chá, no começo do século XX.

Projetado pelo arquiteto Carlos Eckman, o novo São José tinha capacidade para 3000 pessoas e foi inaugurado no dia 28 de dezembro de 1909. Em sua inauguração, aconteceu a execução do Hino Nacional, sucedida pela famosíssima ópera  “Guarany”, de Carlos Gomes.

O novo Teatro São José, ao lado do Viaduto do Chá, trazia um prédio imponente, com um grande salão, dois anos depois, em frente a ele, surgiria o Theatro Municipal. Ele funcionou até a década de 20, quando acabou demolido para dar lugar à Light que, desde 1999, se tornou um Shopping Center.

Teatro São José em 1864.
Teatro São José em 1864.

Um comentário em “A Triste Destruição de Um Monumento – O Teatro São José

  • 28 de novembro de 2018 em 21:37
    Permalink

    À história é tão radiante que me fascina à medida que leio e vejo o como era, o que aconteceu na época. A vida é uma eterna história contada .
    Carlos F. Dos Santos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *