O Drinque de São Paulo: O Rabo de Galo

História da Gastronomia Paulistana História de São Paulo

Não é novidade para ninguém que o Rabo de Galo é um dos drinques mais consumidos na cidade de São Paulo e, talvez, no Brasil inteiro. Apesar de não ter uma mistura exata, sua história começa na cidade de São Paulo nos anos 50, com a chegada da fábrica da Cinzano.

De olho na quantidade de italianos que viviam por aqui, a empresa decidiu se instalar pela cidade e começar a trabalhar. Entretanto, tiveram um problema inesperado: os italianos não bebiam mais o vermute, mas gostavam muito da cachaça.

A solução foi a de estimular a mistura dos dois, criando até um copo exclusivo, com linhas de marcação das doses. Diz-se que até o fundo do copo, mais grosso, foi pensado para aguentar a batida no balcão, na volta do gole.

 

Copo ilustrativo com marcação para dose

 

Coube à fábrica de vidros Multividro, tradicional empreendimento do Belém, criar o copo diferenciado, seguindo as orientações dos empresários para servir a bebida com a cachaça. A criação ficou conhecida como cocktail, em inglês, rabo de galo. Daqui o drinque se espalhou pelo país, ganhando características em cada estado. Em Minas Gerais, por exemplo, ele é feito de Cynar e no Rio de Janeiro é conhecido por Traçado.

Quer saber mais da gastronomia de São Paulo? Vem aqui!

Referência: http://paladar.estadao.com.br/noticias/bebida,e-rabo-de-galo-mas-pode-chamar-de-cocktail,10000064020

http://www.revistaipe.com.br/rabo-de-galo/

1 thought on “O Drinque de São Paulo: O Rabo de Galo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *