Câmara aprova mudança do nome do Minhocão

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira a mudança do nome do Elevado Costa e Silva para Elevado Presidente João Goulart. Assim, o Minhocão deixará de homenagear um presidente da ditadura militar (1964-1985) e receberá o nome do presidente que foi deposto pelo regime. 

O projeto é de autoria do vereador Eliseu Gabriel (PSB) e foi apresentado há dois anos, em junho de 2014. Ele revoga o Decreto 8.574, de 19 de dezembro de 1969, que deu nome à via elevada. O elevado foi inaugurado em 1971, durante a ditadura, e recebeu o nome Elevado Presidente Arthur da Costa e Silva do então prefeito da cidade, Paulo Maluf.

Antes da aprovação em plenário, o PL 288/2014 passou por quatro comissões da Câmara: de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente; de Educação, Cultura e Esportes; de Finanças e Orçamento; e de Constituição, Justiça e Legislação Participativa.

Justificativa
Em sua justificativa, o vereador  afirma que “Costa e Silva participou ativamente da conspiração que derrubou o presidente da república democraticamente eleito João Goulart”. Segundo o vereador, Costa e Silva “assumiu o Ministério da Guerra logo após o Golpe de 1964, posicionando-se como verdadeiro defensor dos interesses da chamada linha dura da ultra-direita no interior das Forças Armadas” e “seu governo iniciou a fase mais dura e brutal do regime ditatorial militar”.

O vereador afirma que Costa e Silva foi “um ditador, responsável pelo ordenamento de inúmeros crimes contra a nação”. “Ao contrário de Costa e Silva, João Goulart teve uma vida de luta em prol da democracia e melhoria das condições de vida da população”, afirma.

4 thoughts on “Câmara aprova mudança do nome do Minhocão

  • 23 de junho de 2016 em 17:22
    Permalink

    Evitar-se homenagens a ditadores é saudável. Agora precisamos também retirar os nomes de outros ditadores como Floriano Peixoto ou Getúlio Vargas de espaços públicos, para não nos referirmos a ditadores estrangeiros cuja lista poderia ser longa…

    Resposta
  • 23 de junho de 2016 em 22:01
    Permalink

    A mudança do nove do viaduto não muda a estória do nosso país.
    .
    Deveria ser proibido mudado nome de logradouro ao bel prazer do políticos e por política.
    .
    Me sinto envergonhado desta decisão

    Resposta
  • 26 de junho de 2016 em 19:39
    Permalink

    DEVERIAM TER FEITO ISSO LOGO APÓS A QUEDA DA DITADURA. Agora isso é insignificante na atual situação que o país está! Isso é só mais uma DISTRAÇÃO do governo que aí está, para tirar o foco da população da crise brasileira que ocorre em todas as instâncias! O foco da atualidade é outro!

    Resposta
  • 23 de julho de 2016 em 10:01
    Permalink

    Engraçado: João Goulart merece ser homenageado porque foi democraticamente eleito, mas não falam que ele era vice de Janio Quadros e assumiu a presidencia quando Janio renunciou. Nesse caso é legítimo, mas o fato do atual vice presidente assumir a presidencia é golpe. Isso mostra bem a conveniencia com que os políticos usam os fatos para os seus próprios interesses.
    Por isso acho que essa mudança de nome é ridícula: só vai atrapalhar a vida do cidadão, que já está acostumado com os nomes das vias e terá que reaprende-los.
    Pura demagogia…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *