A fábrica de tecidos da Vila Prudente: a Tecelagem Vânia

Dando uma olhada em grupos históricos de São Paulo, reparei que muita gente, em especial os moradores da Vila Prudente e bairros próximos, lembram com muito carinho e nostalgia de uma empresa chamada Tecelagem Vânia.
Após intensas pesquisas, encontrei uma antiga revista histórica da Vila Prudente, que deixo no final do texto, e há um pequeno registro histórico da empresa. Vamos a ele.

A história da Tecelagem Vânia está interligada com a família Xerfan. Lauro Xerfan, patriarca da família, nasceu na Ilha de Marajó e chegou a São Paulo no ano de 1941, já adulto. Com suas economias, comprou dois teares e iniciou sua trajetória no segmento teceleiro.

Esse empresário, ao ver o ponto da Rua Ibitirama, na esquina com a Avenida Anhaia Mello, comprou o prédio, trouxe os seus 130 teares e abriu sua loja que vendia diretamente da fábrica. Assim, no dia  7 de abril de 1953 surge a Tecelagem Vânia, nome que utilizou para homenagear sua filha Vânia.

Como o rádio era o grande meio de comunicação e, por consequência, de propaganda da época, Xerfan decidiu fazer seus anúncios chamando a população de São Paulo para vir conhecer a Tecelagem Vânia na Vila Prudente, o que se tornou uma grande febre. É possível dizer que, perdoem a gíria, viralizou.

Segundo relatos, não era incomum que  os interessados fizessem filas de madrugada para poder adquirir os produtos da tecelagem.

Xerfan, como representante da empresa, ganhou vários prêmios da Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil, a ADVB, além de ter sido membro do Rotary Clube, participou de centenas de patrocínios em toda e qualquer festa que lhe pediam, ajudava na divulgação pelas rádios e adorava colaborar com a escola de samba Cabeções de Vila Prudente.

Atualmente, não  há uma decisão ou uma solução sobre a história da Tecelagem Vânia que, há anos, está fechada. Não há  uma conclusão sobre o destino do imóvel e, nem mesmo, se ela voltará em algum momento.

Link de referência: http://vilaprudentesuahistoria.com.br/images/pdf/revista.pdf

6 thoughts on “A fábrica de tecidos da Vila Prudente: a Tecelagem Vânia

  • 19 de outubro de 2020 em 19:59
    Permalink

    Tinha parentes em Vila Prudente. Só compravam tecidos à Tecelagem Vânia, o que deixava meu pai – que Deu…..s o tenha! – louco da vida pois também tinha uma loja de têxteis, com preços ainda mais em conta do que os da Tecelagem Vânia, mas mesmo ele admitia que para moradores de Vila Prudente deslocar-se por São Paulo, numa época sem metrô era praticamentye impossível.

    Resposta
  • 20 de outubro de 2020 em 18:59
    Permalink

    Interessante essa foto de “1953” com Brasilias, Opalas, Chevettes e Mavericks da década de 1970… Mais responsabilidade nesse tipo de divulgação, por favor.

    Resposta
  • 21 de outubro de 2020 em 01:49
    Permalink

    Fachada de 1953, escrito na legenda da foto da Tecelagem Vania, Passat e Brasília ñ existiam nessa época !

    Resposta
  • 21 de outubro de 2020 em 02:25
    Permalink

    A segunda foto não é de 1953, e sim da década de 70 pois a Av. Professor Luís Inácio de Anhaia Melo foi aberta em 1975. Também basta observar os carros estacionados: Variant, Brasília, Chevete…

    Resposta
  • 2 de novembro de 2020 em 20:38
    Permalink

    Havia muita propaganda desta tecelagem na radio América, o que será que aconteceu para a decadência desta empresa?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *