Madrinha Eunice, matriarca do samba em SP, ganha estátua na Liberdade

Considerada a matriarca do samba em São Paulo, Deolinda Madre, mais conhecida como Madrinha Eunice está imortalizada na Praça da Liberdade, no Centro de São Paulo.

A estátua de 1,70 de altura por 60 centímetros de largura foi feita por Lídia Lisboa e homenageia a “vovó” do samba, responsável por fundar, em 1937, a Sociedade Recreativa Beneficente Esportiva da Escola de Samba Lavapés Pirata Negro. A estátua foi inaugurada no último dia 2 de abril.

Essa agremiação é a mais antiga do gênero em atividade na cidade. Em 2022, completará 85 anos de existência. A escultura instalada no centro é a segunda do projeto que homenageará cinco personalidades negras da cultura paulista. Essa iniciativa é promovida pelo Departamento do Patrimônio Histórico (DPH) da Prefeitura de São Paulo. 

Sobre a homenageada: Madrinha Eunice foi comerciante e viveu até os 87 anos, enquanto ainda esteve em frente de sua escola de samba e do time de futebol associado à ela. Segundo sua neta, em entrevista ao Estadão do dia 10 de abril, ela marcou gerações de mulheres a buscarem sua independência. 

Nas palavras de Rosemeire Marcondes:  “Ela ensinou muito para as mulheres. Que se pode viver sem precisar de ninguém, cuidando dos seus filhos, cuidando da sua família, com bastante luta e tranquilidade.”.

2 thoughts on “Madrinha Eunice, matriarca do samba em SP, ganha estátua na Liberdade

  • 23 de maio de 2022 em 14:09
    Permalink

    Bela homenagem, mas não colocaram nenhuma placa identificando a homenageada. Um desleixo.

    Resposta
    • 16 de julho de 2022 em 09:59
      Permalink

      Dia 21 de julho, às 18h, o Bloco do Faísca, irá disponibilizar uma placa para a homenageada.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.